Um diário de bordo

sábado, 9 de janeiro de 2016

Metas pra fazer um ano realmente novo

Início de ano. Época propícia a balanços de nossas vidas. Lembramos o que vivemos. Planejamos o futuro. Nessa vibe me peguei pensando o que era necessário pra que eu conquistasse uma vida mais plena, com mais significado.
Então tracei alguns objetivos, que me ajudariam a me sentir mais livre, plena e feliz:
1 - Ser uma boa mãe. Cada vez mais participativa e presente. Passar meus valores de forma mais explícita. Exercitar o ouvir
2 - Ter uma vida mais saudável: parar de fumar, me alimentar melhor, me exercitar todos os dias, meditar, controlar a ansiedade
3 - Fazer do meu trabalho algo maior. Mudar o mundo na sala de aula. Dar aulas com a minha verdade, consciente do ato político que é a docência.
4 - Conhecer pessoas novas, mais conectadas com o estilo de vida no qual tenho entrado cada vez com mais verdade.
5 - Me conectar com minha espiritualidade, já que a vida toda  fui o estereótipo da taurina pragmática ansiosa, viver o transcendente pode e vai me ajudar muito no controle da ansiedade, na conquista da empatia e no exercício da tolerância e amor ao próximo. Reconexão com o presente, fé no futuro e paz com o passado.
Pra 2016 são apenas 5 metas, mas, mesmo sendo poucas, representam a quebra de um paradigma de toda uma vida. E, apegada que sou, é como me desfazer de um conhecido. Doloroso. Necessário.
Mas esperança nasce da fé. E eu acredito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tô construindo a vida que eu sempre quis! e você?????????